Seja bem vindo! Gostou? Compartilhe!

Bem-vindo ao nosso Site! Você também pode se cadastrar e receber todas as nossas atualizações no seu e-mail: Dicas de saúde, do dia a dia, vídeos...

Compartilhe

Nos siga por e-mail

Últimas publicações

sábado, 8 de maio de 2010

Prevenção do uso abusivo do álcool é prioridade no PR

07/05/2010 -
Foto: Ascom PR/Funasa
O objetivo é promover a prevenção entre pacientes indígenas e familiares
O Distrito Sanitário Especial Indígena Litoral Sul, por meio da Casa de Apoio a Saúde do Índio (Casai) do Paraná está realizando o programa de prevenção do uso abusivo do álcool nas comunidades indígenas. O objetivo é promover a prevenção e a saúde tanto para os pacientes indígenas, quanto para seus familiares.
O projeto é realizado pelas equipes de enfermagem e saúde mental, que pretendem sensibilizar os atendidos para os problemas de saúde ocasionados pelo álcool e as ameaças que este representa para a sobrevivência cultural e psicológica de suas comunidades.
O trabalho parte do pressuposto de que cada etnia atendida pela Casai possui forma própria de entender a realidade e de organizar-se, valendo-se de diferentes modelos de organização social, econômica e política. Com mesma diversidade agem essas etnias em relação à bebida alcoólica, que, através dos tempos, tem sido empregada pelo branco como ferramenta de dominância para a submissão dos povos indígenas e cujo uso abusivo leva a várias doenças manifestadas sob a forma de transtornos mentais, doenças do aparelho digestivo e hepáticas, suicídio e violência.
O cuidado não só com o bebedor de álcool, mas com sua família, se dá, pois se entende que é no núcleo familiar que funciona a difusão do uso de bebidas alcoólicas. Nesse ambiente, crianças e jovens aprendem a gostar de beber e a renda familiar desvia-se em parte para esse consumo, ocasionando a desnutrição e a desestruturação familiar.
Assim, o trabalho visa à sensibilização nessas comunidades para a necessidade de evitarem ou, no mínimo, controlarem o consumo dessas bebidas, levando-os à reflexão sobre como melhorar a qualidade de vida no âmbito familiar e social. Pois tal ação, isoladamente, não pode eliminar por completo problemas tão enraizados, mas despertar tal intento é um grande passo a fim da diminuição de danos causados pelo álcool.
Estão inclusos no programa relatos pessoais, oficinas, debates e palestras, com o intuito de, assim, promoverem junto às comunidades indígenas atendidas a formação de multiplicadores dos conhecimentos ministrados pela Casai por meio das suas equipes.
Publicado em 07/05/2010 às 17h15.
Fonte: http://www.funasa.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário